Artrite Séptica: saiba mais sobre a doença

Categorias Artrite, Artrite Séptica

 O que é Artrite Séptica?

Raio x das pernas. A perna direita está flexionada e o joelho está na cor vermelha.

A artrite séptica (ou infecciosa) é um tipo de artrite causada por infecção nas articulações, por meio de fungos, bactérias ou vírus. A doença costuma atingir apenas uma articulação e o joelho é a principal articulação afetada, principalmente em idosos que fizeram a cirurgia de colocação da prótese dessa parte do corpo, e atinge principalmente pessoas do sexo masculino. A artrite por vírus é mais leve do que a artrite bacteriana. Existem dois tipos de artrite séptica ou infecciosa: artrite aguda e artrite crônica.

Artrite Séptica Aguda

Causada por bactérias, esse tipo de artrite atinge 95% das pessoas que possuem artrite séptica e inicia de forma rápida. A cartilagem encontrada na parte interna da articulação pode ser danificada, e até mesmo destruída, nas primeiras horas ou dias e pode atingir pessoas saudáveis ou em alto risco.

Quem são as pessoas em alto risco?

  • Pessoas com histórico de infecção nas articulações;
  • Cirurgia de articulação ou articulação artificial;
  • Injeção de drogas;
  • Idade avançada;
  • Alcoolismo;
  • Infecções na pele;
  • Bacteremia (infecção que atinge a corrente sanguínea);
  • Doenças crônicas (diabete, lúpus);
  • Anemia falciforme;
  • Pessoas em tratamento de diálise;
  • Sexo com múltiplos parceiros, sem uso de preservativos, que aumenta o risco de DST’s;
  • Pessoas que tem artrite reumatoide, osteoartrite e artrite causada por lesão.

Artrite Séptica Crônica

Responsável pelos 5% das pessoas afetadas pela artrite séptica, ela inicia de forma gradual e se desenvolve ao longo das semanas. Afeta principalmente pessoas em alto risco.

Quem são as pessoas em alto risco?

  • Pessoas que tenham articulação artificial;
  • Artrite reumatoide;
  • Infecção por HIV (vírus da imunodeficiência humana);
  • Sistema imunológico suprimido (devido ao tratamento de câncer ou uso de medicamentos que suprimam o sistema imunológico).

Sintomas

  • Febre alta (acima de 38°);
  • Dor ao movimentar a articulação;
  • Vermelhidão e inchaço na articulação;
  • Dificuldade de movimentação;
  • Acúmulo de líquidos.

Tratamento

Mulher (fisioterapeuta) segurando o joelho flexionado do homem que está deitado na maca com a perna direita flexionada.

Existe cura para a artrite séptica quando a doença é tratada na sua forma precoce. Primeiramente, o paciente é internado no hospital de 2 a 6 semanas, e o tratamento é feito com o uso de injeções de antibióticos, e depois passa a ser por via oral. Nas infecções causadas por fungos, são utilizados antimicóticos. Nos casos de infecção tuberculosa, o paciente é tratado com uma combinação de antibióticos. Nas infecções virais, normalmente a doença melhora com uma terapia para aliviar a dor e a febre. Além disso, o médico pode utilizar uma agulha para retirar o excesso de pus encontrado na articulação, aliviando a dor e o inchaço na região. Depois, o paciente deve seguir com fisioterapia para recuperar os movimentos e evitar a dor.

Quais as causas?

Raio x das duas mãos de uma pessoas. Dobras dos dedos e pulsos estão em vermelho.

A artrite séptica pode atingir crianças e jovens, e até recém-nascidos, por meio da contaminação sanguínea. Nos bebês, ela surge,  principalmente, por meio da infecção por bactérias. Em crianças, ela ocorre por meio de traumatismo local ou quando já existe uma infecção em algum outro local do organismo. Já nos adultos, ela surge por causa da baixa imunidade, principalmente em casos de câncer, AIDS e tuberculose.

Ela também pode surgir por meio de traumas, como quedas e pancadas, cirurgias, injeções e vacinas, que podem permitir a passagem das bactérias numa região próxima da articulação ou pela proximidade de outras infecções.

As bactérias que mais infectam as pessoas dependem de suas idades. Em bebês e crianças pequenas, as bactérias mais comuns são as estafilococos, estreptococos e as bacilos gram-negativos. Nos adultos e crianças maiores, as mais frequentes são as estafilococos, estreptococos e as gonococos. A maioria das crianças que desenvolvem a doença não possuem fatores de risco.

Diagnóstico

Primeiramente, é feito um exame físico pelo médico, e é colhido um pouco da secreção da articulação afetada, com uma injeção na área atingida, para identificar qual micróbio está causando a doença no paciente. Também são feitos exames de sangue e radiografias.

O atraso no diagnóstico e a demora do tratamento podem causar a perda completa da cartilagem e a rigidez total da articulação, a degeneração da articulação, além de causar danos permanentes, principalmente se houver pus na região.

Código CID

O código CID é a Classificação Internacional de Doenças e Problemas Relacionados a Saúde e é publicado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), e tem o objetivo de padronizar o código das doenças para os profissionais da área da saúde. É escrito CID seguido do número 10 mais três dígitos. O código CID 10 da artrite séptica é CID 10 M00.

http://www.moreirajr.com.br/revistas.asp?id_materia=1776&fase=imprime

https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0102361617301534

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *